Blog do Edyy

Ilhéus: foragido da justiça é preso pela Polícia Federal

WhatsApp Image 2024-04-26 at 11.01.39 copiar.jpg

Na manhã desta segunda-feira, 17/6, a Polícia Federal, em ação conjunta com o MPRJ, PM/BA e FICCO/Ilhéus, prendeu um homem que estava foragido da Justiça por praticar o crime de homicídio. A prisão foi efetuada na cidade de Ilhéus/BA.

O preso estava foragido por assassinar uma mulher em janeiro de 2006, em Belford Roxo, munícipio da Baixada Fluminense. Na ocasião, ele disparou três vezes contra a vítima, atingindo-a pelas costas quando ela chegava em casa após fazer compras.

A ação de hoje foi resultado de informações de inteligência obtidas pela PF, que localizou o foragido. A prisão foi realizada pela Polícia Militar da Bahia com apoio da FICCO/Ilhéus, em cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido na última semana, pela 1ª Vara Criminal de Belford Roxo/RJ.

O preso será encaminhado para o sistema prisional do Rio de Janeiro, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Comunicação So

Foragido do presídio de Itabuna foi curtir “São João” em Eunápolis, mas deu de cara com a PM

Saulo Brito Rocha, de 25 anos, foi recapturado pela Polícia Militar na madrugada do último domingo (16) em Eunápolis. Ele estava com o carro estacionando próximo a um espaço de festa junina no bairro Pequi quando foi detido. Com Saulo, conhecido como “Tatá”, a polícia apreendeu uma pistola calibre .40 com munição. Ele estava em um Hyundai Elantra preto, que não tinha restrições, mas foi apreendido. Saulo havia fugido do presídio de Itabuna, onde cumpria pena há cerca de quatro anos por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.

PL com R$ 800 mi e PT com R$ 600 mi; saiba quanto cada partido receberá de fundo eleitoral

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou, nesta segunda-feira (17), os valores que cada partido vai receber do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), seguindo o prazo fixado pelo calendário eleitoral. Ao todo, 29 partidos receberão R$ 4.9 bilhões, valor estabelecido pelo Congresso Nacional para gastos com a corrida eleitoral deste ano. O PL terá direito a R$ 886,8 milhões (17,87% do total) do fundão e lidera o ranking, seguido do PT com R$ 619,9 milhões (12,49%) e em terceiro o União Brasil com R$ 536,5 milhões (10,81%).  Veja como ficou a divisão por cada partido:

Para receber os recursos, cada partido precisa definir critérios de distribuição às candidatas e aos candidatos, de acordo com a lei, respeitando, por exemplo, a cota por gênero e raça. O plano deve ser homologado pelo TSE. O papel do TSE é dar racionalidade e transparência aos critérios de distribuição (Lei nº 9.504/1997, artigo 16-C) definidos pelos congressistas. Ao final do pleito, os partidos deverão apresentar a prestação de contas detalhada, que será examinada e votada pelo plenário do Tribunal. Fonte: Bahia Notícias

Primeira morte por frebre Oropouche na Bahia é confirmada pela Sesab Por Redação 17 Junho 2024 – 16:00

A Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) confirmou, nesta segunda-feira(17), a primeira morte por Febre Oropouche no estado. A paciente era uma mulher de 24 anos, moradora de Valença, cidade que fica a 123 km de Salvador. A morte da jovem aconteceu em março deste ano, mas foi necessário realizar diversos exames para que a causa do óbito fosse confirmada. Outra morte por Oropouche também está sob investigação. O paciente tem 21 anos e o caso foi registrado em Camamu, cidade a 72 km de Valença. De acordo com a Sesab, desde março já foram confirmados 691, em 48 cidades. As primeiras ocorrências foram em Laje e Valença, cidade onde o primeiro óbito foi registrado. A cidade de Gandu, no sul da Bahia, lidera a lista de registros, com 81 casos. A cidade de Amargosa aparece com 66 registros positivos, seguida de Uruçuca, com 50.

Firmino Alves: cotados para sucessão municipal, Lero e Zinho continuam somando apoios, Fabiano “seca”

Uma segunda-feira agitada nos bastidores da política da cidade de Firmino Alves. De um lado, o prefeito Fabiano Sampaio continua secando desde o início do ano e perde mais apoiadores.

Do outro lado, o ex-prefeito Lero Cunha não para de somar militantes para seu forte grupo político rumo ao executivo municipal firminalvence.

Entre os novos apoiadores que deixaram o grupo de Fabiano é o jovem Junior Messi juntamente com sua família, forte e tradicional liderança do distrito de Itaiá, reduto de Fabiano.

Segundo informações apuradas pelo Blog do Edyy, as adesões não param por aí; mais apoios serão anunciados gradativamente até o afunilar dessa pré campanha.

A gente continua assistindo de camarote.

Prefeitura de Potiraguá anuncia o São João dos Bairros

A Prefeitura Municipal de Potiraguá anunciou nesta segunda-feira (17) a realização do tradicional São João dos Bairros.

A programação acontece a partir do dia:

  • 21 Rua Nova, com; Fabrício Alves, Sandro Lúcio, Yaguinho Pressão e Quarilha Junina
  • 22 Na Avenida João Durval Carneiro, com; Jefinho Macedo, Sivirina Xique Xique, Aceik e Quarilha Junina
  • 27 Arraiá de Santa Terezinha, com; Esdras Barbosa, Murilo Macedo, e Quarilha Junina
  • 28 Populares, com; Deziel Aguiar, Gilsinho Nery, Jean Massa e Quarilha Junina
  • 29 Gurupá-Mirin; Coração A Mil, Bonde do Vaqueiro, Robertinho do Forró, NB Show e Quarilha Junina
  • Bairro Monon; Ronne Esteves, Filho do Vaqueiro e Quarilha Junina

Conquista: Polícia Militar explica motivo que viatura caiu em valeta hoje de manhã

*POLÍCIA MILITAR DA BAHIA*
*CPRSO*
*77ª CIPM – Vitória da Conquista*

*ACIDENTE DE TRÂNSITO COM VEÍCULO OFICIAL*

➡️ *Situação:* Por volta das 6h40 desta segunda-feira (17/06), uma viatura da Polícia MIlitar transitava em rondas, na Avenida Brasil, quando foi atingida lateralmente por um veículo Jeep Renegade, que seguia pela Av. Franklin Ferraz e não obedeceu à sinalização de parada, invadindo a pista. Com o impacto, a viatura ficou desgovernada, sendo arremessada na valeta pluvial existente no canteiro central da avenida. Apesar do forte impacto, os ocupantes de ambos os veículos não se machucaram. A ocorrência foi devidamente registrada e os veículos removidos do local.

*FONTE:* ASCOM da 77ª CIPM/VITÓRIA DA CONQUISTA/BA

🔛 *Instagram:* https://instagram.com/77cipm?igshid=q2g9z2b0j9o7

🔛 *DISQUE DENÚNCIA:*
77988257471

*PMBA, uma Força a serviço do cidadão!*

Itapetinga: Forró do PT com João de Deus bombou e foi casa cheia

O Partido dos Trabalhadores (PT) tem intensificado suas atividades em prol da pré-candidatura de João de Deus para a prefeitura de Itapetinga nas eleições deste ano. Neste domingo (16), o partido, que conta com o apoio do presidente Lula e do governador Jerônimo Rodrigues, realizou um grande evento para celebrar o crescimento da pré-campanha de João de Deus. Denominado Forró do PT, O evento aconteceu no Espaço Tropical, no Parque da Lagoa, e atraiu uma grande quantidade de participantes.

O Forró do PT foi um sucesso, reunindo diversas lideranças políticas e um grande número de apoiadores entusiasmados com a candidatura de João de Deus para o executivo municipal. O evento não só reforçou a unidade do partido em torno de seu candidato, mas também destacou a importância do engajamento da comunidade na construção de um projeto político sólido para a cidade de Itapetinga.

João de Deus, que tem ganhado bastante notoriedade, agradeceu o apoio recebido e destacou a relevância de eventos como este para aproximar ainda mais o partido da população. Ele ressaltou a necessidade de um governo municipal que ouça e atenda às demandas dos itapetinguenses, prometendo um mandato baseado no diálogo e na participação popular.

O clima de festa e união no Forró do PT foi uma demonstração clara de que a pré-campanha de João de Deus está em franco crescimento. Com o apoio do PT e de sua base, a expectativa é de que o homem continue ganhando força na corrida eleitoral, consolidando-se como uma opção viável e promissora para a prefeitura de Itapetinga.

Novas estratégias de combate à sonegação

Doze anos após a sua implantação na Bahia como uma das experiências pioneiras em todo o país de integração de órgãos públicos para o combate à sonegação e aos crimes contra a ordem tributária, o Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira) é hoje referência nacional na área e já recuperou R$ 560 milhões para os cofres públicos baianos. Ao longo deste período, a força-tarefa do Cira realizou ao todo 40 operações especiais. Em outra vertente, os órgãos participantes do Comitê atuam de forma integrada para realizar oitivas com contribuintes sob investigação.

O Comitê reúne o Ministério Público Estadual (MPBA), o Tribunal de Justiça (TJBA), as secretarias estaduais da Fazenda, da Segurança Pública (SSP) e da Administração (Saeb) e a Procuradoria-Geral do Estado (PGE). Com sede em Salvador e representações regionais em Feira de Santana, Vitória da Conquista, Itabuna e Barreiras, o Cira está intensificando a sua atuação em todo o estado, e até o final de 2024 a meta é realizar ações com vistas a cobrar o retorno aos cofres públicos de mais R$ 214 milhões em valores sonegados.

O modelo de atuação do Comitê baiano, que tem sido referência para iniciativas similares em outros estados, neste momento evolui e amplifica os processos de trabalho com a adoção de novas estratégias de combate à sonegação. Está entrando em ação, por exemplo, uma nova abordagem de enfrentamento à sonegação fiscal pelo Grupo de Atuação Especial de Combate a Sonegação Fiscal e Crimes Contra a Ordem Tributária (Gaesf), do MPBA, que no âmbito do Cira passará a tratar dos crimes corporativos e terá outras modalidades de recuperação de ativos, como aquela advinda do dano moral coletivo.

Novas tecnologias

Os órgãos participantes do Cira também estão intensificando o uso de novas tecnologias para tornar mais eficaz a identificação de sonegadores e o mapeamento de atividades criminosas relacionadas à o sonegação. No âmbito da Sefaz-Ba, que possui atualmente um dos mais avançados parques tecnológicos entre as secretarias de Fazenda do país, este trabalho é  feito por meio de sistemas como o e-Fiscalização e o Centro de Monitoramento Online (CMO).

Com o e-Fiscallização,  as equipes do fisco baiano vêm detectando irregularidades com grande rapidez mediante a  realização de malhas fiscais de caráter censitário, ou seja, capazes de abranger, por exemplo, todas as empresas de um mesmo segmento. Nas  malhas, a Sefaz-Ba realiza o cruzamento de dados fiscais digitais com base em informações contidas nas notas fiscais eletrônicas e na movimentação de cartões de crédito e débito, entre outras fontes, o que vem ampliando a assertividade do trabalho do fisco baiano, e melhorando também a eficácia da área de inteligência  fiscal. A Sefaz-Ba, além disso, também é pioneira no país na implantação do CMO, que detecta e inabilita em tempo real empresas criadas por sonegadores cujo objetivo é praticar fraudes tributárias no ambiente on-line.

No âmbito do  Ministério Público Estadual, está em curso a adoção de inteligência artificial (IA) para apoio à investigação de contribuintes envolvidos em sonegação e outras condutas criminosas, cujas condutas são apontadas pela Inspetoria Fazendária de Investigação e Pesquisa (Infip). Ferramentas de IA estão sendo agregadas ao sistema Tera, do MPBA, que também permite o cruzamento de dados sobre as empresas investigadas e seus sócios. O sistema deverá ser utilizado também pela equipe da Sefaz-Ba no que diz respeito ao aprofundamento de pesquisas relacionadas a indícios de crimes tributários.

Ambiente saudável de negócios

O objetivo, ressalta o governador Jerônimo Rodrigues, “é unir forças para tornar mais saudável o ambiente de negócios baiano, contribuindo para a melhoria da arrecadação e incentivando uma cultura de responsabilidade fiscal em nossa Bahia”. O imposto sonegado, enfatiza o governador, “retira do Estado a capacidade de investir em áreas fundamentais para a população”. Jerônimo avalia, neste sentido, que o Cira “tem uma atuação preventiva muito forte”. Isto porque, ao realizar ações de recuperação de ativos, o Comitê “chama a atenção daqueles que sonegam, ou pensam em sonegar, para o que pode ocorrer com eles”.

A atuação conjunta é ressaltada também pela presidente do Tribunal de Justiça do Estado (TJBA), desembargadora Cynthia Resende. De acordo com a presidente, o Cira visa propor medidas técnicas, legais e administrativas para serem implementadas pelos órgãos a fim de aprimorar ações na busca da efetividade na recuperação de ativos e reforçar a titularidade do Estado na ocorrência de ilícitos penais, fiscais e administrativos, bem como estabelecer diretrizes para o desenvolvimento de ações operacionais integradas.
De acordo com o procurador Geral de Justiça, Pedro Maia, a atuação do Comitê e o diálogo entre os órgãos são fundamentais para que a população baiana, destinatária final do trabalho, possa receber serviços e condições de vida melhores. “O MP está comprometido com entregas ainda mais efetivas em 2024”, afirmou.

Para o secretário da Fazenda do Estado, Manoel Vitório, que preside o Cira, a atuação do Comitê repercutiu não apenas para melhorar a arrecadação, mas para tornar mais saudável a competição entre as empresas. “Por conta do combate à concorrência desleal, o mercado tornou-se mais propício à competição, a exemplo do que aconteceu no segmento de combustíveis, o que interessa ao bom contribuinte”, avalia.

Além da recuperação do ativo sonegado

Ao comentar a inclusão de novas categorias, como os crimes corporativos e o dano moral coletivo, o coordenador do Gaesf, promotor de Justiça Alex Neves, esclarece que a sonegação impacta em serviços públicos essenciais que deixam de ser prestados à população, daí a importância desta ampliação no escopo de atuação. “A nossa busca será para além da recuperação do ativo sonegado. Buscaremos reparar a sociedade pelo dano moral coletivo que foi causado aos cidadãos com a sonegação dos tributos”, explica o promotor.

Secretário-executivo do Cira, o promotor de Justiça que coordena o Centro de Apoio Operacional de Segurança Pública e Defesa Social (Ceosp), Hugo Casciano Sant’Anna, reitera a relevância da atuação do órgão e explica que o Cira também busca garantir a justiça tributária, assegurando que todos os contribuintes cumpram de forma igualitária suas obrigações fiscais, e defender um ambiente concorrencial justo.